top of page
  • Maedra

A Alegria de se Rirem de Nós ou Deixar de Fazer Diferente por Medo de Parecer Ridículo?

Atualizado: 18 de nov. de 2023

Ao concretizarem-se sonhos e ao materializarem-se aspirações, os Velhos do Restelo aparecerão.

Quando se vive e se revela a nossa Verdade, os críticos aparecerão e resmungarão com o seu desdém. Os Velhos do Restelo são uma instituição, ainda que podre de tão cristalizada, exigem o respeito que não dão. Normalmente, os Velhos do Restelo criticam algo novo, porque jamais querem sequer imaginar, que os seus impérios modorrentos de realidade, produtividade, prosperidade e impacto na vida de outros, desapareça. E hão-de rir-se muito, desdenhar, questionar e tentar impedir.

Todos os fazedores de história foram, quase sempre, no prelúdio, ridicularizados, como todos aprendemos.

Fazer diferente do estabelecido é, para os Velhos do Restelo, arrogância, veleidade, descaramento e completo atrevimento!

Ter a ousadia de se mostrar é so por si inadmissível. Diferenciar-se para o bem do outro e de si mesmo é inaceitável! O recato,a lamentação, a comiseração, a conivência, a idolatria à hierarquia, o sorriso na percentagem certa e não mais e até o fazer por debaixo dos ponos, é o que deve ser. Tudo o resto é pecado!

Vulgarmente quem se afoita a mostrar-se, a fazer desigual e a ser divergente tem, evidentemente de ser encolhido. Vulgarmente nos sentimos ameaçados pela criatividade e por quem a coloca ao serviço dos outros. E, vulgarmente, há quem se ria e zombe de qualquer atitude mesmo ética, revelando o seu adormecimento e recusa em acordar.

É importante entender que quem tem medo dos sonhos dos outros, tentantando atrofiá-los, revela apenas as suas limitações. E todos nós assistimos e experimentamos este encolhimento de capacidades nos departamentos, repartições, sectores de empresas públicas e privadas desde a administração central à micro empresa em todos as áreas , principalmente na área social, onde a afirmação em surdina mas imperativa - ajoelhe-se! - é ouvida em brado. Aqui, os Velhos do Restelo tentam dominar e tapar qualquer laivo sobre fazer diferente ou desviar um centímetro do caminho previamente estabelecido. Quem o fizer e, principalmente em instituições, ligadas ao sector solidário terá, irrefutalvelmente, desenhado o seu caminho para o Inferno institucional e indubitavelmente receberá a excomunhão institucional, que são, evidentemente, departamentos considerados, respeitados e, fazem, claro, parte do circulo de amizades internas do reino do Inferno!

Então, jamais se rendam perante inseguranças, tentativas de desempoderamento, vulnerabilização, fragilização, medo, manipulação ou ameaças expressas ou veladas.. Prossigam os vossos Sonhos a todo o vapor. Corram atrás, apanhem-nos e materializem-nos. O troféu dos que logram ver alguém em pleno breu, perdidos e sem rota é a não concretização das ideias, sonhos, planos e projectos, principalmente, se for em prol de outros.

Por isso, alegrem-se quando se rirem de vós. É o índice de que estão no bom caminho!

Vão sempre existir muitos que, por circunstâncias várias, esqueceram ou desconhecem que somos todos uma família numa minúscula bola num universo com duzentos biliões de galáxias e dois triliões de estrelas, para já! São muitos, os que medem o seu sucesso pela quantidade de vezes que apontam o dedo, na esperança de que se olhe mais para onde aponta,

do que para si próprio e toda o trabalho sem qualidade que produz. Outros medem o seu sucesso pelas inúmeras vezes que ajudaram a minguar, que se impuseram assertivamente, que reduziram vontades...E outros ainda, medem o seu sucesso pela porção de vezes que atingiram o clímax por facilitarem a perda do caminho e inviabilizarem inspirações e criações.

Vale mais correr o risco de fazer e parecer tolo aos nossos pares, do que o arrependimento de não ter feito e ter perdido tudo por medo de quem vive morto e que por isso é senhor da teoria do Nada.

Regina Azevedo Lourenço

Assistente Social



144 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


bottom of page